sábado, 1 de novembro de 2008

Um dia desses eu enlouqueço de vez... o que será que há de errado?


O que será que há de errado? Às vezes eu não entendo (às vezes? tá bom!), você planta e cultiva uma amizade com tanto carinho, amor, dedicação, coisas boas, conselhos, ajudas... você se dedica 24 h por dia nessa amizade... sempre pensando em colher os melhores frutos num futuro não tão distante... você entende a pessoa, suas crises, gosta delas até... para chegar um belo dia e você descobrir que essa pessoa não gosta mais de você! que essa pessoa passa a te ignorar e que você magoou essa pessoa inconsientemente mesmo sem ter feito NADA (que você possa se lembrar)! Realmente você pensa: "Será que eu sou uma pessoa tão ruim assim? Realmente ahco que eu não presto MESMO", e memso que outras pessoas digam que o problema está naqueles que não querem mais saber de você no fundo, bem lá no fundo, voc~e sabe que o verdadeiro problema é você SIM!

Eu não consigo entender, por que não há explicação lógica pra isso? Por que as pessoas simplesmente não param de se odiar gratuitamente e têm uma conversa decente dizendo os porquês de tanta mágoa...

esse post é a marca do meu luto, afinal perdi duas amigas (a mais recente hoje) sem saber o porque! E duvido que um dia eu venha a descobrir!

Mas guardem o que eu digo... um dia eu enlouqueço! e quem vai me visitar no manicomio??

7 comentários:

Ana Karina disse...

Eu irei Bruninho...rsrsrsrsrsrs

Querido, aí é q tá, a gente cria e cultiva laços (se dedica)...
- "Rega a plantinha" -
Mas, o ser humano é difícil mesmo:
"É difícil viver com as pessoas porque calar é muito difícil". (Friedrich Nietzsche).

Adoro vc querido!
Beijo, Nara.

silvia disse...

a gente está aqui para passar por um monte de provações talvez essa seja a sua!!um pouco mais de paciência meu amigo.bjos

Anônimo disse...

Eu vou visitar vc no manicômio, rsss.... Talvez eu até me identifique e fico por la tb rsss... As pessoas são complicadas, agora, será que é vc o errado ou tais pessoas nunca foram o que realmente demonstravam? Não se culpe por tudo e viva cada momento com que desejar estar com vc. Bjos no coração!

fefe_bitas disse...

*Eu vou visitar!!!* =]

Anônimo disse...

Bruneco, bicho, tô contigo e não abro! Vou te visitar no manicômio, no inferno - até pq eu não devo estar muito longe desses dois lugares, ou seja, te visitar vai ser mais fácil do que se pensa.. .rs
Olha, se relacionar é complicado mesmo. Já fui muito apegada às pessoas, me doava completamente para ver os outros bem.. . mas de uns tempos para cá entendi que é impossível manter qualquer tipo de relacionamento sem que haja uma reciprocidade básica, dedicação e esforços mútuos.
Hoje percebo que criei uma espécie de autodefesa, uma trava. Assim que percebo a indiferença me distancio. Só que nessa, fica um grande problema: identificar o que é e o que não é indiferença.. . daí fica com o instinto, que às vezes erra feio.

Well, "vivendo e aprendendo a jogar, vivendo e aprendendo a jogar. Nem sempre ganhando, nem sempre perdendo, mas aprendendo a jogar"

Beijos,


Aline

berry disse...

Esqueça tudo que é de ruim, e vive sua vida só ao lado de quem merece :D não vale a pena ficar enlouquecendo por quem não liga pra você!

Lembre-se sempre que tem uma amiga que pode contar (eu) hahaha :) beijo.

Marlene disse...

Bruno querido, meu amigo... Desculpe, já errou qdo. começou a "cobrar" pela sua dedicação....rsrrs Numa amizade a gente se doa sem pedir nada em troca, simplesmente pq amar é a melhor coisa do mundo, e saber q uma pessoa no mundo gosta da gente...não tem preço. Vc amou suas amigas, se elas não lhe corresponderam a este sentimento, não importa, talvez, elas(es) não estavam prontos(as) pra receber seu amor, baby, relaxe...e não fique pensando o q fez de errado...e perdoe, e saiba , meu rei, q vc é a pessoa mais doce do mundo, "não vos turbe vosso coração", e olhe à sua volta, e vai encontrar muitas pessoas q te amam, inclusive eu...a propósito, te visitaria num manicômio...Bjss
Marlene