sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Dalva & Herivelto - Uma Canção de Amor


Hoje foi ao ar o último capítulo da (ótima) minissérie Dalva & Herivelto – Uma Canção de Amor, pela Rede Globo. O texto escrito por Maria Adelaide Amaral contava a história do amor entre a cantora Dalva de Oliveira e o compositor Herivelto Martins, um dos mais conturbados na história da música brasileira. A minissérie reeditou a beleza, sensibilidade, inteligência e qualidade de Maysa – Quando Fala o Coração, minissérie escrita por Manoel Carlos e exibida no início de 2009, focando a vida da cantora Maysa.

Em Dalva & Herivelto – Uma Canção de Amor, tanto a escritora Maria Adelaide Amaral quanto o diretor Dennis Carvalho, conseguiram transpassar para o público a verdade do amor de Dalva e os valores de Herivelto. Focou pouco a carreira solo de cada uma, faz fez o que se propôs a fazer: expor uma das mais conturbadas histórias de amor da música.

Além do maravilhoso texto e da direção exemplar, a minissérie mostrou duas surpresas: Adriana Esteves e Fábio Assunção. Adriana interpretou Dalva de Oliveira e foi seu primeiro papel dramático. A atriz se empenhou e obteve grande êxito ao interpretar a cantora coroada rainha do rádio. Adriana Esteves foi genial, um grande destaque na interpretação de Dalva que, mesmo com todo o sofrimento que passou, tinha pitadas de um humor inteligente e irreverente; Já Fábio Assunção voltou a trabalhar após passar um tempo se recuperando da dependência química. O ator interpretou o compositor Herivelto Martins, que casou-se com Dalva de Oliveira, mas mantinha casos extraconjugais, até abandonar a esposa para viver com a aeromoça Lurdes, interpretada por Maria Fernanda Cândido (que também andava sumidinha da TV desde a – ótima – microssérie Capitu).

Maria Adelaide Amaral conseguiu construir um texto coerente, inteligente, interessante, com uma linha culta e, ao mesmo tempo, popular. Com toda a certeza fez com que Dalva voltasse a figurar no imaginário popular, e passasse a figurar também na imaginação daqueles que não tinham conhecimento de seu belo trabalho. Herivelto Martins ficará na mente dos menos atentos, como um canalha, mas, na mente daqueles mais atentos ao trabalho da minissérie, ele ficará como um canalha que foi um dos maiores compositores do Brasil. Herivelto é o autor de clássicos, como “Ave Maria no Morro”, “Segredo” e “Atiraste uma Pedra” dentre tantos outros.

Dalva & Herivelto – Uma Canção de Amor, assim como Maysa – Quando Fala o Coração, é um sinal de que nem todo brasileiro tem memória curta e, sim, se lembrará daqueles que criaram a nata da música brasileira. E viva a música braisleira!

Abaixo alguns vídeos:


Trailler da minissérie Dalva & Herivelto - Uma Canção de Amor


Adriana Esteves fala da emoção de interpretar Dalva de Oliveira


Dalva de Oliveira cantando Rancho da Esperança no Maracanãzinho


2 comentários:

Isabel Cristina disse...

Querido muito profundo teu texto, amei, realmente eu acho que a Adriana Esteves se superou nesta minissérie maravilhosa, aonde mostra um amor verdadeiro, Dalva amava ou melhor idolatrava o Herivelto, já havia ouvido falar dela, já ouvi divs musica dela, mas realmente fiquei apaixonada por ela.
Sobre o Herivelto concordo plenamente com vc eles focaram muito sobre os pontos fracos dele e esqueceram um pouco do grande compositor que ele era.
Parabéns, como sempre você superou na seu texto.
Bjos no teu coração
Bel

Hilda disse...

ola Bruno seu blog é super interessante.
Gostei muito sobre esta postagem.
Bjos.